search
for
 About Bioline  All Journals  Testimonials  Membership  News  Donations


Ciência Florestal
Centro de Pesquisas Florestais - CEPEF, Departamento de Ciências Florestais - DCFL, Programa de Pós Graduação em Engenharia Florestal - PPGEF
ISSN: 0103-9954
EISSN: 1980-5098
Vol. 26, No. 4, 2016, pp. 1107-1118
Bioline Code: cf16096
Full paper language: English
Document type: Research Article
Document available free of charge

Ciência Florestal, Vol. 26, No. 4, 2016, pp. 1107-1118

 en INFLUENCE OF ECOLOGICAL GROUP COMPOSITION, PLANTATION SPACING AND ARRANGEMENT IN THE RESTORATION OF RIPARIAN FOREST ON RESERVOIR SHORES
Soares, Alvaro Augusto Vieira; Botelho, Soraya Alvarenga; Davide, Antônio Cláudio & Faria, José Márcio Rocha

Abstract

This work aimed to assess the effect of spacing, arrangement and ecological group composition of planted seedlings on the restoration process of artificial reservoir shores in southeastern Brazil. The assessments were performed 12 years after the settlement of the experiment in which five mixed stand models were tested. First, a general evaluation of the stand was performed when we surveyed the overstory and understory, seed bank and soil for chemical analysis.Then, the restoration indicators survival of planted trees, basal area and density of the tree community, litter accumulated on the soil and canopy closure index were utilized to compare the plantation models and to assess the influence the experimental factors on these parameters. In the general analysis, we found that the studied stand presents low diversity, poor regeneration, and seed bank dominated mostly by one planted exotic tree species and weeds, which may jeopardize the selfmaintenance of the stand in the future. The factor that most influenced the models was the ecological group composition with the best performance found for models in which both pioneer and non-pioneer groups were used. Probably, the plantation arrangement and spacing did not have greater influence due to both plant mortality and natural regeneration that has developed to this age. Hence, it is not recommended the use of only pioneer species in the implantation of riparian forest and the proportion of 50% pioneers and 50% non-pioneers using as much species as possible is indicated for areas that might present constraints for the natural regeneration.

Keywords
Environmental afforestation; restoration indicators; hydroelectric power plants

 
 pt INFLUÊNCIA DA COMPOSIÇÃO DE GRUPOS ECOLÓGICOS, ESPAÇAMENTO E ARRANJO DE PLANTIO NA RECUPERAÇÃO DE MATAS CILIARES EM MARGEM DE RESERVATÓRIO
Soares, Alvaro Augusto Vieira; Botelho, Soraya Alvarenga; Davide, Antônio Cláudio & Faria, José Márcio Rocha

Resumo

Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito do espaçamento, arranjo e composição de grupos ecológicos das mudas plantadas no processo de restauração de margem de reservatório artificial no sudeste do Brasil. As avaliações foram realizadas 12 anos após a implantação do experimento em que cinco modelos de plantios mistos foram testados. Primeiramente, fez-se uma avalição geral do povoamento por meio de levantamentos do estrato arbóreo, regenerante, banco de sementes e de análise química e textural do solo. Em seguida, lançou-se mão dos indicadores de recuperação sobrevivência das árvores plantadas, área basal e densidade da comunidade arbórea, acúmulo de serapilheira sobre o solo e índice de fechamento do dossel para comparar os modelos e checar a influência dos fatores experimentais nestes parâmetros. Como resultado da análise geral, obteve-se que o povoamento encontra-se em situação de baixa diversidade, com regeneração deficiente e banco de sementes dominado majoritariamente por uma espécie arbórea exótica utilizada no plantio e espécies herbáceas invasoras, o que pode comprometer a automanutenção do povoamento no futuro. O fator que mais influenciou os modelos foi a composição de grupos ecológicos com os melhores resultados apresentados pelos modelos em que se usaram ambos os grupos das pioneiras e não pioneiras. Provavelmente, o arranjo e o espaçamento de plantio não tiveram muita influência devido à mortalidade das mudas e à regeneração natural que se desenvolveu até esta idade. Assim, recomenda-se que na implantação de povoamentos para reconstituição de matas ciliares não sejam utilizadas apenas espécies pioneiras e sugere-se que a proporção de 50% de espécies pioneiras e 50% de não pioneiras, com o maior número possível de espécies, seja utilizada em áreas com deficiência da regeneração natural.

Palavras-chave
Reflorestamentos ambientais; indicadores de recuperação; usinas hidrelétricas

 
© Copyright 2016 - Ciência Florestal
Alternative site location: http://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/cienciaflorestal/index

Home Faq Resources Email Bioline
© Bioline International, 1989 - 2017, Site last up-dated on 16-Oct-2017.
Site created and maintained by the Reference Center on Environmental Information, CRIA, Brazil
System hosted by the Internet Data Center of Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, RNP, Brazil